fbpx

Fear Hack #2: Fake It Until You Make It!


Grande parte das ameaças que antevê nunca se concretizam…

… E vive numa prisão de receios antecipados que você  mesmo criou.

Ao fazê-lo a sua maior ameaça é você mesmo.

Por isso… Pense positivo!

Não estou a debitar lugares-comuns do desenvolvimento pessoal. Acredito sim que quando compreendemos as razões que suportam as recomendações ficamos mais empoderados e mobilizados para as cumprir.

Fatores subjetivos à parte, interessa-me sobretudo a explicação científica que suporta estes hacks.

Vamos lá…

Pense positivo! Faça-o de forma deliberada, consciente e consistente.

Force-se até conseguir fazê-lo naturalmente (sim, é caso para dizer “fake it until you make it!“).

Ao fazê-lo está a criar novos caminhos sinápticos que traduzirão reações e comportamentos renovados face às situações que até então interpretava como perigosas.

Quando este hábito estiver enraízado, terá conseguido atenuar significativamente as sinapses do “perigo em todo o lado” e reforçar, definindo como caminhos sinápticos-padrão a utilizar sempre pelo cérebro os formados pelas sinapses de “calma, está tudo bem!”.

O mundo não é um lugar tão perigoso como o seu cérebro o faz acreditar!

 

?  Criei uma série de textos práticos com técnicas fáceis de aplicar para melhor gerir o medo no dia-a-dia.  Chamei-lhes FEAR HACKS.  ?


*** WORKSHOP NEUROCOACHING: YOUR BRAIN IS RUNNING YOUR SHOW ***
*** LISBOA, 29 DE JUNHO. + INFO AQUI. ***
Partilhar