fbpx

Neurocoaching: Desiste à primeira dificuldade? Dicas para mudar!


Paciência. Preserverança. Conceitos distintos mas ambos igualmente desafiantes como características de comportamento a atingir e manter!

À semelhança de todos os seus comportamentos, também estes são suportados pela sua química cerebral, pela sua neuroquímica!

Serotonina é o nome do neurotransmissor que estudos recentes apontam como responsável por promover a paciência e, mais do que isso, a persistência!

Mais do que amplificar a capacidade de esperar passivamente por uma recompensa (paciência), a serotonina promove a preserverança: a capacidade de continuar a desempenhar ativamente uma tarefa, mesmo que ela seja desagradável ou que haja um fator de imprevisibilidade que não permita dar a recompensa como certa!…

Tal como acontece na vida, tantas vezes!

 

Se tem um padrão de desistência sistemática e falta de perseverança de uma forma geral, entre outras estratégias mais complexas que poderá estudar com o seu neurocoach, poderá apostar em elevar os seus níveis de serotonina!

E, de caminho, melhora também sua capacidade de auto-afirmação e orgulho em si próprio também promovidos pela serotonina.

 

Vamos a algumas orientações para aumentar os seus níveis de serotonina:

 

– Aumente o consumo de alimentos ricos em triptofano (aminoácido obtido através dos alimentos a partir do qual é produzida a serotonina). Chocolate negro, bananas, carnes magras, laticínios, cereais integrais e tomate, são alguns exemplos.

– Reduza o consumo de açúcar: um dos sintomas de baixa serotonina é o desejo por doces! É necessária insulina para a produção da serotonina  (daí os desejos docinhos…) mas a variação dos níveis de açúcar no sangue leva à produção de cortisol para os estabilizar. E o cortisol é a hormona do stress. Get it?

– Faça mais exercício: Fazer exercício regular com intensidade confortável para si é uma excelente forma de aumentar os níveis de serotonina. Caminhada também serve, desde que diária e com duração de pelo menos 30 minutos!

– Apanhe mais sol:  Há uma correlação positiva entre a síntese de serotonina e quantidade de tempo passado ao sol. Mas seja responsável! Não vale produzir mais serotonina mas contrair uma doença de pele!

– Recorde momentos felizes! Fazê-lo aumenta os níveis de serotonina. Veja fotos de momentos desses ou converse com amigos ou familiares para o ajudarem a recordar, se necessário.


NOTA: A serotonina é um neurotransmissor de bem-estar, que além do descrito tem um amplo leque de atuação, na regulação do sono, apetite, humor, temperatura corporal, entre outras funções igualmente importantes!

** NEUROCOACHING – LISBOA, 28 DE SETEMBRO. + INFO AQUI. ***

P.S.: Cada vez mais apaixonada por neurocoaching!

Partilhar