fbpx

Sacuda o seu cérebro “preguiçoso”!


Sim, o seu cérebro “preguiçoso”!

Não num sentido de inércia mas no sentido de “dar tudo” para automatizar comportamentos, sentimentos, pensamentos.

 

O objetivo? Economizar energia que possa vir a ser necessária para fins de sobrevivência.

 

Mas o seu cérebro é também uma afinadíssima máquina de adaptação e de aprendizagem que, se não for exercitada atrofia, tal como acontece com os nossos músculos.

 

Além disso, um cérebro ativo e envolvido em atividades estimulantes que “puxam” pela sua capacidade de adaptação e aprendizagem é um cérebro feliz!

 

O motivo? O boost de dopamina quando antecipa a recompensa, o pay-off que espera por realizar determinada atividade. A dopamina é um poderoso neurotransmissor de bem-estar!

 

Há um catch… Sem novidade, não há dopamina! Só continua a ter o bem-estar associado à antecipação da recompensa enquanto esta for novidade!

 

Por isso, INCLUA NOVIDADE NA SUA VIDA! Estimula o seu cérebro e ainda usufrui da maravilhosa sensação de bem-estar!

Vamos a 2 sugestões simples e eficazes para o fazer:

 

 – Atenção às rejeições automáticas:  Se rejeita automatica e sistematicamente  determinadas  atividades ou experiências, este é um sinal de alerta! Pare e reconsidere, de forma consciente. Trata-se, provavelmente, de um comportamento automatizado.

Reconsiderar e eventualmente transformar o “não” em “sim” (se assim o decidir de forma consciente…) poderá abrir-lhe novas perspetivas, experiências e oportunidades de crescimento.

 

 – Aprendizagem é a palavra de ordem! Mantenha o hábito de cultivar e aprender novas skills  ( uma nova língua, aprender a tocar um instrumento musical ou contactar com uma nova modalidade desportiva, por exemplo).

 

** NEUROCOACHING – LISBOA, 25 DE MAIO 2019. + INFO AQUI. ***
Partilhar